Cães na praia. É certo proibir?

fonte: Jornal O Povo

bxp168121
Na praia bastante movimentada, a advogada Kátia Neiva Oliveira, 40, passeava com duas cachorras, a yorkshire Pith e a poodle Tita, que tomavam banho de mar, corriam e brincavam na areia. O passeio era uma opção de lazer para as cadelas, que “ficam presas no apartamento a semana inteira”. Contudo, a lei municipal 8.966, de 2005, trata da prevenção e controle de zoonoses e endemias em Fortaleza, proibindo a presença de animais na praia. O problema é que são poucas as pessoas que têm conhecimento da lei. Assim é o caso de Kátia. “E olha que eu sou advogada. Eu até concordo com a lei, porque existe o risco (de transmitir doenças). Agora, deveria ser mais divulgada”, disse.

Ontem foi o primeiro domingo de férias e, naturalmente, a Praia do Futuro foi opção de lazer para muitas famílias. O movimento era intenso. A despeito da lei, encontrar pessoas desfilando com cachorros não era difícil. A designer Eve Teixeira, 23, passeava com a cocker Cacau. “Não existe nenhuma placa dizendo que é proibido. Se é uma lei, para ela ser cumprida, tem que ser divulgada”, disse. Mas Eve admite que já tinha conhecimento da lei. “É a primeira vez que trazemos e serão raras as vezes que vamos trazer. Não é higiênico para as pessoas, nem para ela também”, disse, enfatizando que a Cacau tem apenas quatro meses.

boxer-dog_6

E Eve está certa. O risco de doenças existe tanto para o ser humano, quanto para o animal. Pela lei, na praia, é permitido apenas acesso de cães-guias de deficientes visuais e animais utilizados pela Polícia Militar. Além do risco de doenças, era visível que algumas pessoas se sentiam incomodas com a presença dos animais. O incômodo fica ainda maior quando o animal é de grande porte.

Rafaela Melo é “madrinha” da yorkshire Bel, que ficou boa parte do tempo do passeio presa pela coleira a uma cadeira na barraca de praia. Ontem mesmo, ela teve conhecimento da lei, por meio de um funcionário da barraca. “Eu concordo com a lei, respeito, entendo. A praia é muito freqüentada, tem muitas crianças e tem cachorros que não são bem educados e fazem as necessidades na praia”, disse Rafaela. Para ela, é uma questão de respeito à natureza e aos demais usuários também. “Nem todo mundo gosta de cachorro e isso tem que ser respeitado”. Uma vez informada sobre a existência da lei, ela garante que a cachorra não será mais levada aos passeios pela praia.

Pelo Brasil afora, outras manchetes:

No Rio de Janeiro cachorros não podem mais frequentar a Praia do Diabo, no Arpoador
Em Santos (litoral de São Paulo), a presença de cães e de gatos nas praias passou a ser permitida somente no colo de seus proprietários

Como é na praia que você frequenta? Responda nossa enquete.

[polldaddy poll=2027600]
Related Posts with Thumbnails

Post to Twitter Tweet This Post

16 Comments to Cães na praia. É certo proibir?

  1. Laís disse:

    Só quem já teve bicho geográfico (bicho maldito!) sabe o quanto o cachorro na praia pode ser prejudicial. Sempre quis levar meus cães à praia, depois da experiência, não mais.

    Mas lembrando que a maioria dos cães na praia são cães de rua, soltos, e provavelmente com mais verminoses do que o cão doméstico. Se é proibido levar cães à praia, as prefeituras precisavam criar formas de recolher esses cães da rua.

    Abs

  2. Carolina Maria disse:

    Acho errado proibir. Não há como barrar o acesso à praia, nem para os animais. É parte da natureza. Não dá para tratar praia como piscina. Além disso quem mais polui a praia são as pessoas: através de atividades industriais, poluição urbana e mesmo dos hábitos que adotam ao frequentar a praia (comer e jogar coisas em qualquer lugar, excesso de produtos quimicos, urinar e defecar na água e por aí vai…)

  3. Rita disse:

    Concordo plenamente com a Carolina Maria, que escreveu acima, sempre os animais são responsabilizados pelos erros dos humanos, por acaso urina e fezes humanas também não transmitem doenças?
    Acho um absurdo proibir os animais de frequentar um local que pertence a natureza, lembremos eles fazem parte da natureza.

  4. Laís disse:

    Eu acho que uma coisa não justifica a outra.

    Não é porque não levaríamos nossos cães às praias, que poderíamos poluí-las. Eu acho sim que cães devem ficar em casa, e pessoas não devem poluir as praias. Não é uma tarefa simples controlar um cão de urinar na areia, principalmente para donos de cães machos não-castrados, é fato que urinam da praia. Agora uma pessoa urinar na praia ?!?! Isso é consciência e educação, que todos devemos ter.

    Os cães fazem sim parte da natureza, mas pegue algum tipo de verme vindo deles na praia, ou pise num cocô com os pés descalços, e aí verá a bela natureza da coçeira! rs

    Nos EUA e Canadá cães são proibidos nas praias, mas existem praias com sinalização adequada em que são bem-vindos, eu acho essa a situação ideal. Sabe-se que nessas praias deve-se tomar cuidado onde se pisa, e aí sim é uma situação justa.

  5. Marcello Berriel disse:

    Obrigado por sua visita Laís!
    Quem sabe um dia se a gente reinvindicar não consegue espaços assim para nossos amigos. Os meus ficam malucos quando pisam na areia da praia! Continue opinando e sugerindo o que quiser, estamos abertos para sua opinião.

    Marcello Berriel

  6. Marcello Berriel disse:

    Obrigado por sua visita Carolina!
    Concordo com você, informar e reservar areas seria o ideal, como acontece no primeiro mundo.

  7. Meire Renata Durante disse:

    Eu acho ótimo o seu bolg…aproveito muito. te sigo no twitter…e as noticias aproveito para por no orkut e site da Apaja..uma associação que protege animais aqui e Jaú/SP

  8. Patriccia Avila disse:

    Porque proibir de levar meus cães à praia e permitir crianças de fralda a frequentar?? Cansei de ver mães jogando fraldas sujas na areia, lavando fraldas “cagadas” e vomitadas no mar. Isso pode?
    Cocô humano também não dá micose???
    E quanto aos “farofeiros” que jogam restos de comida, urinam e defecam nas dunas? E a famosa cavalgada do mar que tem no sul, onde as areias ficam que é puro esterco de cavalo. Isto é certo??? Se analizarmos a fundo, levar em consideração a quantidade de “humanos” que lfazem porcaria na praia e a quantidade de cães que transitam, xixizinho de cachorro é o de menos….

  9. Marcello Berriel disse:

    Concordo com vc Patriccia! Obrigado por acompanhar o nosso Blog! Sinta-se em casa para se interar sobre tudo que rola no mundo dos nossos amigos de quatro patas. Participe também de nossas galerias de fotos! Abs,

    Marcello Berriel

  10. lina disse:

    gente1 ganhei uma poodle linda! tem 06 meses e é muito esperta, brincalhona e tem uma energia daquelas, sabe não para, mas ela está aprontando muito, come td em ksa e o pior está acabando com tudo sem exagero nenhum. me ajudem educar essa criaturinha que éstá difícil.
    obrigada

  11. annabella disse:

    moro na praia grande,e sei q cachorros não devem frequentar as praias,mas aqui eles andam pela areia, tomam banho,e rosnam para os vendedores ambulantes.
    Na minha opinião deveriam usar a tv, radios e
    placas para falar da proibição. Colocar nas praias ocean, tupy, etc. placas com a proibição.Os donos só pegam no colo qdo a areia está mto quente. Nada tenho contra os cachorros, mas sei das doenças.

  12. 06/04/2010 disse:

    A Natureza pertence a todos! Muito mais até aos animais que não jogam PLÁSTICO e outros poluentes químicos que com certeza são milhões de vezes pior do que qualquer zoonose. se compararmos a quantidade de fezes e urina canina nas prais com os esgotos humanos jogados ao mar, verificaremos com muita tranquilidade que o ser humano prejudica muito mais do que os cães. É interessante se observar algumas pessoas histéricas q demonstram MEDO de cães na praia e não notam que a presença dos cães inibem a presença dos marginais oportunistas que roubam nas praias.

  13. Romero disse:

    E AS CRIANÇAS QUE DEIXAM COCÔ NA PRAIA!?

    E OS SERES HUMANOS QUE DEFECAM E URINAM NO MAR E NA PRAIA?

    E A QUANTIDADE DE LIXO QUE PRODUZIMOS… É SÓ OLHAR A PRAIA APÓS UM DIA DE DOMINGO FICA PARECENDO UM ATERRO SANITÁRIO.

    NÓS SERES HUMANOS NÃO TEMOS DIREITO DE IMPEDIR ANIMAIS DE HABITAREM A NATUREZA!

    É MUITA PRESUNÇÃO NOSSA ACHAR QUE SOMOS OS DONOS DO MUNDO E PODEMOS RESTRINGIR O ACESSO DOS AMBIENTES A NOSSO USUFRUTO.

  14. humberto silva disse:

    Esses bichos têm que ficar longe da população, porque transmitem doenças sabidas. A incidência de giardia aqui no Rio é de 80% nos cães, publicou-se há pouco. Eu mesmo estou com virose pela 4a vez proveniente disso, acho.

    Outra coisa – Os cães podem atacar. Tem que ser criados no máximo em casa. E os pitbuls e os rotweillers (se é assim que se escreve) têm , infelizmente, que ser congregados do convívio social , pois são responsável por uma quantidade imensa de ataques e mortes, principalmente o rotweiller.

    Não somos donos do mundo. Os animais têm o seu direito, inclusive sou contra mantê-los em cativeiro- maldades como com os passaros, os peixes, até os dos zoológicos – mas temos que proteger a raça humana de ataques , quer diretos ou de seus parasitas.

  15. humberto silva disse:

    Coincidência ou castigo????

    Publiquei o comentário a 5 dias atrás, esquecendo-me de que na verdade eu tenho um cachorrinho do estilo linguiça, que se chamava TOBY.
    HOJE ELE FALESCEU. Pois estava já velhinho, com uns 13, 14 anos.

    E eu chorei o dia inteiro. E estou destruido, pois amava aquele bichinho.

    Deus me castigou por aquele comentário que fiz no meio da minha crise de virose. E eu perdí o meu cachorrinho, que foi um amigo de meu filho em sua infância feliz. Que Deus cuide de todos os cachorrinhos deste mundo. Viva os animais , que são criaturas de Deus. Desculpe pelo comentário acima (ainda que ache que não devemos levar caes em praias urbanas). E parabéns por amar os animais.
    Humberto Silva

  16. humberto silva disse:

    Corrijam , por favor FALECEU (e não falesceu)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Spam Protection by WP-SpamFree